Matéria

Cidade (quase) inteligente

“A implantação do projeto de compartilhamento de bicicletas públicas na Região Metropolitana do Recife sinaliza uma nova era na questão de mobilidade urbana. Esse conceito de relacionamento via smartphone potencializa o sistema e a sua integração com outros modais da cidade, dentro do conceito de integração das smart cities”, afirma Angelo Leite, presidente da Sertttel e representante do projeto. 

As cidades inteligentes criam sistemas urbanos mais eficazes, capazes de enfrentar os desafios contemporâneos e problemas urbanos. Elas tornam as cidades mais inovadoras e competitivas, com base em agregação de conhecimento, inovações e networking global. Oferecendo maior capacidade de monitoramento e gerenciamento das questões ambientais, melhoria de transporte da cidade e espaços urbanos mais seguros. Esta maior eficácia se baseia em plataformas que integram a sociedade, o governo e as novas tecnologias. ICON-01

Iago Freitas