Matéria

Feiras chegam em Pernambuco para atender novas necessidades

Mercado Fonográfico

Quando o assunto é o mercado fonográfico em Pernambuco, o Estado fechou o primeiro semestre na 8ª posição do ranking das Unidades Federativas com micro e pequenas empresas ativas no segmento, contabilizando 1.578 unidades, representando uma proporção de 3,04% de todo bolo nacional. No Nordeste, Pernambuco perde apenas para Bahia que tem 6,54%. O estado de São Paulo lidera no âmbito nacional com 30,22%. 

Feiras

 Em relação às Feiras de Negócios, o Estado realiza mostras nos setores da indústria, energia, beleza, alimento, construção civil, etc., sendo o Centro de Convenções, palco aos empreendimentos, contatos e vitrine de produtos e serviços. Sem dúvidas, houve um aumento significativo no interesse e produção de metal mecânica, eletroeletrônica e energia renovável. 

No segmento infantil, a última feira infantil, a “Fenakids” teve um volume de negócios 50% maior do que a edição anterior, mercado que movimenta cerca de R$ 50 bilhões no País. 

Futebol

Eventos como a Copa das Confederações de Futebol e Copa do Mundo, aquecem a economia e dão oportunidades para muitas pessoas se inserirem no mercado de trabalho. Pernambuco teve uma média de crescimento maior que a do Brasil em 2013, e o mercado de Eventos, só em 2011,  movimentou cerca de R$ 127 bilhões. 

Cursos

Com o intuito de promover melhorias na gestão dos eventos e mapear as atividades, com foco no micro e pequeno empresário, a Associação Brasileira de Empresas de Eventos, ABEOC, em parceria com o SEBRAE Nacional, vem investindo aqui em Pernambuco. As duas empresas criaram o Programa Piloto de Capacitação e Certificação Para a Produção de Eventos, que oferece palestras, consultorias e seminários aos participantes. 

O segmento de eventos tem se mostrado um grande produto, crescendo o interesse de empresários pelo Estado. ICON-01

Luiz Bernardo Barreto