Matéria

asdasdasdas

Iniciativas sustentáveis e resíduos sólidos são novas fontes de grandes negócios

Além de incentivos fiscais para gestões sustentáveis, novas empresas chegam ao Estado para ocupar o Ecopolo e investir no crescimento do setor.

O que era antes uma preocupação limitada a ambientalistas e gerações futuras, entra no mundo corporativo não só como uma missão social, mas também como opção de diminuir os impostos para empresas. Por isso, empresas que implantam gestão com foco em sustentabilidade estão à frente das que ainda não iniciaram o processo baseado no tripé da sustentabilidade, por meio do qual é possível realizar mudanças dentro do negócio para conquistar ganhos econômicos, sociais e ambientais.

De acordo com o Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea), o Brasil perde R$ 8 bilhões por ano com resíduos não reciclados. Em Pernambuco, esse valor chega a R$ 500 milhões. Por outro lado, segundo a Associação Brasileira de Empresas de Limpeza Pública e Resíduos Especiais (Abrelpe), os resíduos sólidos e a limpeza urbana movimentam anualmente R$ 17 bilhões no Brasil.

Pensando nisso, o município de Escada, na Região da Mata Sul do Estado, vai ganhar o primeiro Ecopolo Industrial de Pernambuco. O novo condomínio de empresas, com foco na reciclagem e recuperação energética de resíduos sólidos, foi anunciado em janeiro deste ano. O espaço terá uma área de 15 hectares disponibilizada pela prefeitura e já tem a primeira empresa confirmada, a gaúcha Ecotires, que investirá R$ 3 milhões na nova planta.

O município de Escada foi escolhido por fazer parte do Território Estratégico de Suape, onde estão instaladas 105 empresas e outras 45 em fase de implantação, dessa forma acabam gerando um grande volume de resíduos industriais e da construção civil. A iniciativa pioneira promove o desenvolvimento com sustentabilidade. O Ecopolo Industrial cria uma solução integrada para destinação e tratamento desses resíduos. Somente Escada e os municípios do seu entorno produzem 173 toneladas de resíduos sólidos urbanos por dia. ICON-01

RMA

O projeto do Ecopolo Industrial se encaixa no Plano Estadual de Resíduos Sólidos, lançado em julho de 2012 em consonância com a lei estadual nº 14.236/10, que trata da Política Estadual de Resíduos Sólidos, e com a lei federal nº 12.305/10, que trata da Política Nacional de Resíduos Sólidos. 

Rebeca Buarque