Matéria

Mundial para os clubes e atletas pernambucanos

Se pelo lado da Federação Pernambucana de Futebol os impactos da Copa do Mundo estão sendo extremamente positivos, o mesmo não pode ser dito através dos olhares dos grandes clubes pernambucanos. Sem contar com um centro de treinamento escolhido para ser um COT (Campo Oficial de Treinamento) do Mundial, o Santa Cruz não vem sendo agraciado com os investimentos para a competição. Antônio Luiz Neto, presidente do clube, garantiu que o Tricolor não lucrou com o Mundial. “Nós não ganhamos nada. Pelo contrário, nós perdemos o Magazine Luiza, que era um importante parceiro comercial.”

Assim como o mandatário do Santa Cruz, o presidente do Sport, João Humberto Martorelli, também não enxerga um aumento de receita. “Com relação a patrocínios não tivemos nenhum tipo de aumento. Acredito que isso ocorra porque todos os investimentos estão voltados para o evento em si, enquanto os clubes e atletas estão relegados para um segundo plano. Espero que depois da Copa essa cota de patrocínios volte para os clubes”, falou. ICON-01

Luiz Henrrique Charamba