Matéria

Suape

Suape fecha o ano em alta e agora traça novas metas

O Complexo Industrial Portuário de Suape chegou em Pernambuco no ano de 1978 prometendo mudar a economia do estado. Hoje além de ser fundamental, tornou-se motivo de orgulho.

No ano em que completa 35 anos, Suape bate recordes em 2013 e promete trazer muitos novos investimentos para o ano que segue. O complexo superou as expectativas de crescimento e fechou com uma alta de 13,1% na movimentação de carga entre os meses de janeiro e outubro. O registro foi de pelo menos 12 milhões de toneladas transportadas. O vice-presidente de Suape, Caio Ramos, mostra-se otimista com os resultados. “Conseguir chegar em um patamar maior quer dizer que Suape vai bem”, declara. Segundo ele, o sucesso dos últimos meses pode ser atribuído ao esforço da empresa Suape em aprimorar sua gestão portuária. 

Ao lado da comemoração vem a preocupação de manter o crescimento e superar novas metas para 2014. “Para atrair bons projetos, é preciso ter um bom porto, e Suape é exatamente isso. É importante oferecer uma estrutura, uma logística portuária e polo industrial que permita atração e operação de projetos”, afirma Caio. Segundo o vice-presidente, uma das obras previstas é a implantação do polo logístico de Suape que ficará a quatro quilômetros do porto, facilitando o transporte de cargas. 

Caio Cavalcanti Ramos_Vice Presidente do Porto de Suape_Foto_Daniela Nader_IMG_0485

A mobilidade de veículos terrestres de cargas pesadas, descargas, ônibus de trabalhadores e até veículos com turistas e veranistas já foi alvo das preocupações do porto. No último ano foi inaugurada a Via Expressa com função de mesclar novos acessos às indústrias e ao Porto de Suape a uma rodovia de alta velocidade rumo a praias como Porto de Galinhas, em Ipojuca.