Artigo

Ditados

Ditados

“Cor de burro quando foge”, algumas pessoas acreditam que esse termo popular tem um significado bem literal, devido à cor parda do animal. Mas apesar desta possibilidade, nunca foi comprovado o uso do termo em livro, carta ou documento formal, desde seu aparecimento na língua portuguesa. Já o gramático Antônio de Castro Lopes (1827 -1901) registrou a expressão coloquial “corro de burro quando foge”, que provavelmente devido a equívocos em seu uso deu origem a como conhecemos a frase hoje.

O mesmo aconteceu com a expressão “esculpido em Carrara”. Acredita-se que a perfeição das estátuas esculpidas com o mármore de Carrara (cidade italiana), criou a expressão usada para reconhecer a verossimilhança entre obra e modelo. Mais tarde a expressão fora corrompida para ressaltar a semelhança entre pessoas, “encarnado e esculpido”. Também devido ao desconhecimento geral da população o termo sofreu uma segunda corrupção para o populacho “cagado e cuspido”. ICON-01