Artigo

OLYMPUS DIGITAL CAMERA

Gravata

Você já ficou em dúvida sobre qual gravata usar para um almoço de negócios ou um happy hour com clientes? O dress code, ideal para empreendedores pode ajudar a fechar um negócio e construir uma ótima imagem da sua empresa.

Para acertar na melhor escolha, é importante ficar atento a essas dicas:

Proporção e Volume – O tamanho da gravata está ligado à estrutura do corpo do usuário. Um homem alto e largo vestirá melhor uma gravata mais larga e longa. Já pessoas de menor estatura devem procurar modelos mais curtos e estreitos. Mas sempre levando em consideração o nó utilizado, já que deve haver uma folga no comprimento suficiente para alcançar a fivela do cinto. A combinação dos tecidos entre terno, camisa e gravata é fundamental. Deve haver uma diferença entre os materiais utilizados em cada peça. Na gravata, essa escolha refletirá diretamente no volume do nó. São cinco tipos principais de tecidos para gravatas: seda lisa, jacquard tramas entrelaçadas), lã, crochê e algodão.

Cor – Dois fatores determinam a cor ideal, a combinação com outros acessórios e a mensagem que você está tentando passar. Tons claros, de azul ou verde combinam com camisas em tons de azul mais claro e formam um visual mais calmo e sofisticado. Já o vermelho e camisas claras chamam bastante atenção e funcionam muito bem para palestrantes, pois, capturam o olhar. Ainda vale salientar o uso de contrastes em combinação com o tom da pele e dos cabelos. Quanto mais claros, mais suave deve ser o contraste, com combinações monocromáticas e tons pastéis de mesma cor. Já quem tem cabelos mais escuros pode utilizar uma combinação de cores fortes e bem definidas. Peles mais morenas se beneficiam por poder explorar todas essas possibilidades.

Estampa – Listras, bolinhas ou quadriculadas. Casar gravatas com estampas fortes é um dos maiores desafios do vestuário masculino. Em primeiro lugar é preciso ver se as cores na própria gravata não estão em conflito. Em segundo, o terno e a camisa não devem possuir o mesmo tipo de estampa da gravata. Na dúvida, se a camisa ou terno tiverem listras, a gravata lisa será a mais adequada, ou vice-versa.

Camisa e Paletó – A camisa é o primeiro ponto que deve combinar com sua gravata. Ao contrário do paletó que pode ser removido ao longo do dia, a camisa é a única base de referência para a gravata, e por isso, se houver um choque será impossível esconder. As camisas lisas são as mais fáceis de combinar. As brancas oferecem uma base neutra que funciona com tudo. Azul claro também possui essa característica e poucas cores entram em choque. Tons pastéis devem ser explorados, mas sempre levando em conta a diferença de tecidos entre a gravata e a camisa.

Após escolher sua camisa, ternos escuros e lisos, principalmente cinza e azul-marinho, complementam facilmente o visual. Para terno preto ou cinza escuro, gravatas mais coloridas podem ser um aliado para chamar a atenção e causar uma boa impressão. Camisas e paletós estampados seguem as mesmas dicas para gravatas estampadas. Evite combinar estampas. No caso de quadriculados ou xadrez, tente ressaltar cores mais chamativas na gravata.

Um detalhe que muitas vezes foge da atenção é o tamanho e formato do colarinho da camisa. A gravata deve preencher o espaço entre os dois lados da gola. Para isso, a melhor forma é acertar o nó. O Windsor é um exemplo de nó mais volumoso que ajuda a preencher golas com espaços maiores entre si.